Peixe Beta: O Guia Completo

peixe beta vermelho

Conhecido também como peixe de briga siamês e Betta splendens, o peixe Beta é uma das primeiras opções de animais que as pessoas escolhem. Sua popularidade se dá principalmente por ser um animal resistente, ser fácil de cuidar e pelo seu preço acessível.

Suas vastas barbatanas e suas coloridas escamas, chamam a atenção dos aquaristas e principalmente das crianças, que ficam fascinadas e encantadas quando ganham um peixinho Beta.

Nesse guia completo sobre o peixe Beta, vou abordar as principais áreas desse lindo peixe e vou responder a maioria das dúvidas que normalmente as pessoas têm.

Qual a diferença entre peixe Beta e Betta splendens?

Muitas pessoas se perguntam o motivo de alguns aquaristas falarem Beta ou Betta splendens quando se referem a esse maravilhoso peixe, e realmente é uma questão muito curiosa.

Vamos entender essa questão: Betta é um gênero de peixes coloridos e pequenos, pertencente à família Osphronemidae. Mais de 60 espécies de Betta já foram descritas, e entre algumas dessas espécies estão:

  • Betta picta
  • Betta albimarginata
  • Betta akarensis

O Betta splendens é mais uma dessas 60 espécies que já foram descritas, e é a espécie mais comum.

Peixe Betta na Natureza

Muitas pessoas que possuem peixes Betta fazem a seguinte pergunta: Onde o peixe Beta vive?

O Betta é originário do sudeste asiático onde vivem em águas quentes. Em seu habitat natural, os parâmetros da água variam muito pouco, principalmente em relação à temperatura.

Na natureza, os peixes Betas são encontrados em grandes áreas alagadas, campos de arrozais, pequenos lagos, e também podem habitar grandes rios, como o rio Mekong.

Características

Em seu habitat natural, os peixes Betta splendens, ou peixe Betta selvagem como muitos gostam de chamar, possuem uma coloração mais simples (acastanhada) que se camufla com o seu ambiente, e suas barbatanas possuem tons de azul e vermelho. Eles são menores e menos agressivos que as formas domésticas.

O peixe Betta em geral é pequeno e seu tamanho pode variar entre 2,5 cm do Betta chanoides até 12 cm do betta-de-akar (Betta akarensis).

Os peixes Betta são territoriais e podem viver em águas com níveis de oxigênio baixo, já que conseguem respirar o ar atmosférico graças a órgãos chamados de labirintos, que fazem com que o ar passe bem próximo da corrente sanguínea, proporcionando a troca de oxigênio com o sangue por meio de difusão.

Em épocas de estiagem onde a qualidade da água é prejudicada, os peixes Betta fazem uso total dos órgãos labirintos, fazendo com que eles se adaptem a esse meio inóspito temporariamente.

Após o fim da estiagem tudo é normalizado, e os Bettas voltam a ter água em abundância e limpa, com níveis de oxigenação adequadas.

Cruzamentos seletivos de espécies criou a oportunidade de termos exemplares de peixes Betta com formas e cores variadas, mas ao mesmo tempo por conta dessa seleção genética, esses peixes são mais frágeis do que os peixes Betta selvagem.

Um dos pontos negativos sobre esses cruzamentos está relacionado ao sistema digestivo do peixe Beta doméstico. Se mantidos apenas com rações secas, esses peixes Betta podem sofrer problemas, o que não ocorre com os Betta selvagens.

Os Betta domésticos são mais suscetíveis em contrair agentes patogênicos quando suas necessidades não são respeitadas podendo causar sua morte com mais facilidade, enquanto o peixe Betta selvagem é mais tolerante em relação a variação dos parâmetros da água.

Se mantido em condições adequadas, o peixe Beta pode ser um parceiro de longos anos, mas para isso é muito importante toda atenção e cuidado para que possamos proporcionar uma excelente qualidade de vida para esse lindo peixe ornamental.

No próximo tópico, vou te mostrar como cuidar de um peixe Beta.

Peixe Beta Cuidados

Para proporcionar uma qualidade de vida para seu peixe Betta, é muito importante se atentar em 3 pontos: aquário, qualidade da água e alimentação.

Quer saber como cuidar de um peixe beta? Vamos começar pela escolha do aquário.

Aquário

A escolha do aquário correto é o passo inicial para a qualidade de vida do seu peixe Beta. Apesar de diversas discussões e opiniões divergentes de criadores ao redor do mundo sobre o tamanho ideal do aquário, o aconselhável é ter um aquário de pelo menos 10 litros.

Em aquários pequenos, os peixes Betta podem desenvolver obesidade e atrofia, o que compromete consideravelmente sua qualidade de vida e desenvolvimento dentro do aquário, podendo até o levar a morte em 2 anos.

Outro problema que pode ocorrer com peixes Betta em aquários pequenos é a caudofagia, que é a automutilação da nadadeira caudal causado pelo stress devido ao confinamento. A saúde do peixe é diretamente afetada por infecções causadas pelos ferimentos.

O Betta é um peixe ativo, e na natureza ele percorre uma área considerável e com espaço para se desenvolver, patrulhando todo seu território em busca de invasores.

Esse comportamento nos ensina que os peixes Betta não apreciam lugares pequenos, e por isso a importância de oferecer um aquário com o tamanho mínimo adequado para sua qualidade de vida.

Se você ainda não montou o seu aquário, ou se seu aquário é pequeno, sugiro a leitura de um outro artigo que fiz mostrando como montar um aquário para peixe Beta.

Água

Como já mencionado aqui no post, peixes Betta conseguem viver em águas com níveis de oxigênio baixo, mas não é por isso que temos que negligenciar uma qualidade melhor de água para ele, afinal, você vai querer que seu peixe viva o máximo possível e com qualidade.

A água é um fator crucial na manutenção de peixes Betta. É muito importante utilizar um condicionador de água de qualidade para eliminar o cloro, cloramina e metais tóxicos.

É muito importante manter a qualidade da água com parâmetros corretos, por isso sempre monitore os parâmetros.

É fundamental que o pH da água esteja entre 6.5 e 7.0. Os peixes podem se adaptar com pH alcalino, mas isso deve ser feito de forma gradativa para evitar mudanças bruscas. Vale ressaltar que algumas espécies como o Crowntail têm suas barbatanas atrofiadas e enroladas em águas com pH alcalino.

Outro fator importante relacionado a água é a temperatura. Agentes patogênicos podem ocorrer com temperaturas abaixo de 22 graus, afetando seu metabolismo e podendo fazer com que o peixe coma menos. Já temperaturas mantidas de forma constante na marca de 28 graus ou acima, pode ocasionar envelhecimento precoce do peixe Beta uma vez que seu metabolismo fica fora dos padrões normais.

Apesar de serem peixes que podem viver com uma faixa tolerável de temperatura entre 24 e 32 graus, a temperatura ideal deve ser entre 24 e 25 graus para evitar problemas já mencionados.

Alimentação

A alimentação é uma etapa fundamental para o desenvolvimento e manutenção da qualidade de vida do seu peixe.

Como já mencionei aqui, o sistema digestivo do peixe Beta doméstico é mais delicado do que o do peixe Beta selvagem, e por isso é importante fornecer uma dieta variada de alimentos vivos, secos e de origem natural.

O peixe Beta tem um estômago que equivale o tamanho do seu olho, portanto não devemos exagerar e alimentar demais os peixes.

Como Alimentar o Peixe Beta?

Quando for alimentar seu peixe, evite alimentos liofilizados, já que eventualmente podem inchar com o líquido no interior de seu estômago.

Rações granuladas podem ser usadas em tamanho proporcional, e as rações em flocos devem possuir um tamanho compatível. Bolinhas são alimentos que não devem ser oferecidos para esse tipo de peixe.

O ideal é comprar grãos que tenham o tamanho aproximado do olho do peixe. Você pode alimentar seu peixe com pequenas quantidades até duas vezes por dia, e sempre que for alimentar, procure molhar o alimento previamente.

Fiz um post completo sobre como alimentar seu peixe Beta, e sugiro a leitura para complementar as informações desse artigo.

Conclusão

Os peixes Betta são muito populares entre hobbystas de aquarismo. Hoje é possível encontrar exemplares com características ornamentais em lojas devido as seleções artificiais das espécies.

Esses belos peixes podem conviver conosco por muito tempo, desde que tomemos os devidos cuidados para manter um habitat saudável para eles.

Curte o conteúdo da Aquaristz? Se inscreva no site para não perder nenhum post! Aproveite esse espaço para compartilhar e aprender mais sobre o aquarismo com a comunidade.

Aquaristz – Aquarismo de A a Z

1 Comment
  1. Solange-Martins 10 meses ago

    Acho o peixe Beta um excelente peixe para crianças iniciarem o mundo mágico do aquarismo… Só de ve-lo nadar, já é relaxante e terapêutico… Aconselho as mamães e papais comprarem para seus filhos…

Escreva seu comentário

©2019 Aquaristz

Fale com a gente

Tem alguma dúvida, sugestão, elogio ou reclamação? Envie-nos um e-mail e responderemos assim que possível.

Sending

Log in with your credentials

or    

Forgot your details?

Create Account