Tosanoides aphrodite: Nova Espécie de Peixe Descoberta

tosanoides aphrodite, o peixe afrodite

Foi descoberta na costa do Nordeste do Brasil uma nova espécie de peixe. A Academia de Ciências da Califórnia fez uma expedição no arquipélago que contou com a participação de pesquisadores brasileiros, e nas águas profundas próximas ao Rio Grande do Norte, encontraram esse maravilhoso peixe com cores intensas como o rosa e amarelo.

O peixe recém-descoberto foi batizado como Tosanoides aphrodite, uma referência à deusa grega da beleza e do amor. Foi observada uma área que envolve habitats de corais que habitam em uma estreita faixa de oceano entre 60 e 150 metros abaixo da superfície, e de acordo com o periódico “Zookeys”, esse peixe não é encontrado em nenhum outro lugar do mundo. O peixe Tosanoides aphrodite foi visto pela primeira vez a uma profundidade de 120 metros.

A biodiversidade nesses recifes profundos é vulnerável às mudanças climáticas, e por ser uma área de difícil acesso, equipes precisam utilizar equipamentos de alta tecnologia para explorar. Não é possível fazer o mergulho recreativo nessas áreas, e os animais vivem acima das trincheiras monitoradas por ROVs (veículo submarino operado remotamente) onde a escuridão é parcial.

“Este é um dos peixes mais bonitos que já vi”, disse o Dr. Luiz Rocha, curador de peixes da Academia e co-líder da iniciativa Hope for Reefs. “Foi tão encantador que nos fez ignorar tudo ao seu redor”, completou.

A equipe de mergulho ficou tão fascinada com a descoberta e pela beleza do peixe afrodite, que não notaram o enorme tubarão nadando sobre eles. Confira o vídeo do momento em que filmaram o tubarão:

Já de volta à Academia, a gerente de laboratório e coleções, Claudia Rocha, ajudou os mergulhadores a descrever as novas espécies: os machos são alternados com listras rosa e amarelas, enquanto as fêmeas exibem uma cor sólida, laranja-sangue.

A equipe contou as nadadeiras e mediu o comprimento da coluna com a ajuda de um microscópio. Análises de DNA revelaram que a espécie recém-descoberta é o primeiro membro do gênero que vive no Atlântico.

tosanoides aphrodite macho e femea

Espécimes de Tosanoides afrodite coletados em rochas do Morro de São Paulo, Brasil. A – Macho. B – Fêmea. Imagem: LA Rocha

Hudson Pinheiro, membro da equipe que participou da exploração nessas águas profundas, disse que “a luz não penetra nessas profundezas, tornando os peixes invisíveis, a menos que sejam iluminados por uma luz como a que levamos enquanto mergulhamos”.

O pesquisador brasileiro Rocha, que participou juntamente com Hudson Pinheiro na exploração, afirma que “cada vez mais estamos vendo que até nessas profundezas impactos humanos são evidentes. O famoso branqueamento de corais, comum em recifes rasos, também é observado nessas profundidades”,  que completou dizendo que “uma das formas de diminuir o impacto é criando reservas e parques onde não se pesca ou destrói o ambiente”.

Tosanoides aphrodite, o novo habitante das profundezas é um notável testemunho dos vastos habitats oceânicos que ainda permanecem inexplorados.

Aquaristz – Aquarismo de A a Z


Referências

0 Comentários

Envie uma Resposta

Fale com a gente

Tem alguma dúvida, sugestão, elogio ou reclamação? Envie-nos um e-mail e responderemos assim que possível.

Enviando

©2019 Aquaristz

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Crie uma Conta